Guerra De Geleia Caseira E Varias Dicas

Passo a passo de artigos científicos Top 10 atrizes de praia

o recurso na unidade da produção lança-se pelo ramo de k-y. Tendo incluído estes coeficientes em uma matriz estrutural (isto é tendo-os acrescentado na forma de linhas adicionais), receberemos uma matriz retangular de coeficientes de um preço de fator:

Para deixar sair só uma unidade de produção de fim de k-y do ramo, é necessário deixar sair no 1o ramo x1=S1k, no 2o x2=S2k, etc., em i-y do ramo para deixar sair xi=Sik e, finalmente, em n-y do ramo para deixar sair xn=Snk de unidades da produção.

(250 e 80 ou 750 e 800), aqui distribuem-se por tipos de produtos de fim: em produção do 1o ramo 268 e em produção do 2o ramo 62; segundo a despesa de investimentos de capital fazem 1176 e 37

Usar esta matriz que é possível calcular em qualquer vetor de sortimento de jogo em não produção grossa só necessária x (para que matriz S se usa), mas também as despesas totais necessárias do trabalho xn+1, os investimentos de capital do xn+2, etc. fornecendo o lançamento destes produtos de fim em.

(os u1=1) encontraremos uma despesa da matéria prima de mim na unidade terminam produtos da 1a loja da expressão 4S11 + 4S21 + 8S3, Por isso, receberemos os coeficientes correspondentes de despesas cheias de matéria prima, combustível e trabalho em cada unidade de produção de fim do trabalho de uma matriz:

Segue de um caminho da formação de uma matriz de despesas isto para a igualdade de período anterior ( - E) · executa-se x' = em' onde o plano x de vetor' e um vetor de sortimento em' se determinam pelo equilíbrio realizado durante o período passado, assim em'> Assim, a equação (6') tem uma decisão não-negativa x> com base no teorema concluímos que o plano admissível e uma matriz ( sempre tem a equação (6') - E) têm a matriz de regresso.

Teorema. Se existe embora um vetor não-negativo x> 0, satisfazendo a uma desigualdade ( - E) · x> 0 isto é se a equação (6') tiver a decisão não-negativa x> 0, pelo menos para uma em> 0, tem para algum em> 0 decisão só não-negativa.

isto é o número total do trabalho e os investimentos de capital necessários para fornecer um vetor de sortimento de produtos de fim em, são iguais a produtos escalares das linhas adicionais correspondentes de uma matriz de S um vetor em.

Na solução das equações de equilíbrio só a parte principal de uma matriz ainda se usa (uma matriz estrutural E). Contudo no momento do cálculo durante o período planejado de despesas do trabalho ou os investimentos de capital necessários para o lançamento deste produto final, as linhas adicionais tomam parte.

Este sistema de duas equações pode usar-se para a definição h1 e h2 por valores pré-ajustados u1 e u2, para o uso da influência no lançamento grosso de qualquer modificação na variedade do produto final, etc.

Vamos indicar por meio da produção grossa xi de i-y do ramo durante o período planejado e por yi – o produto final que vai para o consumo, externo para o sistema considerado (os meios da produção de outros sistemas econômicos, o consumo da população, formação de estoques, etc.).

Tendo resolvido este sistema, receberemos h1=8 e h2 =, Por isso, para fazer uma unidade de produção de fim do 2o ramo, a produção tem de deixar sair no 1o ramo h1 = Este coeficiente de chamada de tamanho de despesas cheias e indicá-lo por S1 Assim se a12=4 caracterizar os preços da produção do 1o ramo da produção de uma unidade da produção do 2o ramo usado diretamente no 2o ramo (porque os chamaram e um preço de fator), S12 consideram despesas cumulativas da produção do 1o ramo tanto diretas (a12) como as despesas indiretas realizado por outros (neste caso pelo 1o) ramos, mas consequentemente terminam unidades de produção do 2o ramo, necessário para assegurar o lançamento. Estas despesas indiretas fazem S12-a12=8-4=4

Assim, xi diferença - o yi faz a parte da produção de i-y do ramo destinada para o consumo de produção intra. Vamos acreditar além disso que o equilíbrio se forma não no natural, e em uma seção de preço.

Assim, tendo contado uma matriz de despesas cheias de S, é possível nas fórmulas (7) - (11) calcular o lançamento grosso de cada ramo e o lançamento grosso cumulativo de todos os ramos em qualquer vetor de sortimento de jogo em.